Marvel

Possíveis Substitutos de Kang no MCU: 6 Grandes Vilões da Marvel

Compartilhar:

A inesperada saída de Jonathan Majors do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) trouxe desafios aos planos do estúdio.

O ator, intérprete de Kang, o Conquistador, foi dispensado pela Disney após enfrentar acusações de agressão e assédio.

Considerado peça-chave para o próximo arco do MCU, Kang estava destinado a se tornar o antagonista principal, seguindo a tradição de vilões como Thanos em sagas anteriores.

Com a ausência de Majors, a possibilidade de reestruturação de roteiros para introduzir uma narrativa inédita torna-se evidente.

A seguir, destacamos alguns personagens dos quadrinhos da Marvel que podem ser explorados como possíveis “supervilões“, caso Kang não seja substituído por outro ator.

Estes personagens são poderosos, icônicos e representariam desafios significativos para os Vingadores nas telas.

1.  Doutor Destino

Victor von Doom, conhecido como Doutor Destino, emerge como o substituto natural e candidato mais provável. Rumores já o vinculavam ao quinto filme da saga Os Vingadores, ampliando agora as especulações.

Dr. Doom.
Dr. Doom.

Criado por Stan Lee e Jack Kirby em 1962, Doutor Destino inicialmente atuou como antagonista do Quarteto Fantástico, mas suas confrontações se estenderam ao Homem-Aranha em diversas ocasiões.

Brilhante pesquisador e hábil político, Doom governa Latvéria e possui uma armadura que, em diferentes arcos, confere ou não poderes ao personagem. Seus conhecimentos em magia podem conectá-lo ao Doutor Estranho.

2.  Sr. Sinistro

Nathaniel Essex, também conhecido como Sr. Sinistro, é um vilão dos X-Men, que desempenhará um papel crucial na nova fase da Marvel.

Britânico do século 19, ele se aliou a Apocalipse e, ao longo do tempo, liderou seus próprios planos de dominação, conduzindo experimentos genéticos com mutantes.

Sr. Sinistro.
Sr. Sinistro.

Sr. Sinistro, um gênio da ciência, possui habilidades como telepatia, descargas de energia e fator de cura, além de incorporar o material genético de outros mutantes para adquirir novas capacidades.

3.  Galactus

Galactus, o Devorador de Mundos, figura como um dos inimigos clássicos do Quarteto Fantástico desde sua introdução em 1966.

Sua natureza como uma força da natureza incontrolável transcende a definição convencional de vilão, refletindo sua condição existencial.

Galactus
Galactus

Alimentando-se de planetas, Galactus possui poderes cósmicos, incluindo a criação de buracos negros. A presença de arautos, destacando-se o Surfista Prateado, aumenta sua relevância no universo Marvel.

4.  Beyonder

O Beyonder, conhecido por sua participação nas Guerras Secretas de 1984, apresenta-se como uma antiga raça alienígena com poderes de manipulação da realidade, controlando matéria e energia.

Beyonder.
Beyonder.

Sua conexão com os Illuminati, apresentados em Doutor Estranho e o Multiverso da Loucura, reforça sua importância.

5.  Mefisto

Mefisto, o demônio ardiloso, frequentemente especulado no MCU, poderia ocupar o vácuo deixado por Kang.

Mefisto.
Mefisto.

Conhecido por fazer acordos e tratos com personagens desesperados, Mefisto utiliza poderes sobrenaturais, incluindo ilusionismo e mudanças de forma, preferindo agir nos bastidores por meio da manipulação.

6.  O Criador

Explorando o universo do Quarteto Fantástico, a presença surpreendente de O Criador, uma versão alternativa e maligna de Reed Richards, o Senhor Fantástico, seria desafiadora.

O Criador.
O Criador.

Com inteligência notável e poderes elásticos, O Criador não hesita em utilizar tecnologia alienígena e cósmica em suas batalhas, apresentando um desafio único no MCU já habituado a lidar com diferentes variantes.

Fonte: ScreenRant

Dan

administrator
Um entusiasta do mundo nerd, apaixonado por animes e programação.